Sovaco da Cobra – 02 de Setembro

UAI sô

Um mineirinho bom de cama, passando por New York, pega uma americana e parte para os finalmentes.

Durante a relação, a americana fica louca e começa a gritar:

– Once more, once more, once more E o mineirinho responde desesperado:

– Beozonte, Beozonte, Beozonte…..

O paulista e o mineiro

O mineiro entra numa loja em São Paulo e pede um “pinico”,o paulista se achando muito esperto diz:

Pinico? O que é isso?

O mineiro ve um pendurado dentro da loja e diz: Aquilo ali ó!!!!

E o paulista: Vc quer um chapel de mineiro!!!aqui em São Paulo isso chama chapel de mineiro!!!!

Ai o mineiro retruca: então oce me da um bem grande que é pra eu colocar uns 2 kilos de pauilista dentro.

Chefe é chefe

Dois funcionários e o respectivo chefe de uma empresa saem para almoçar e na rua encontram uma antiga lâmpada a óleo. Esfregam a lâmpada e, de dentro dela, sai um génio que diz:

– Eu só posso conceder três desejos, e como tal, concederei um a cada um de vocês.

– Eu primeiro, eu primeiro! – grita um dos funcionários.

– Eu quero estar nas Bahamas dirigindo um barco de luxo, sem ter nenhuma preocupação na vida!

Pufff!!! e ele se foi.

O outro funcionário apressa-se a fazer o seu pedido:” Eu quero estar nas ilhas do Caribe, com o amor da minha vida e um fornecimento interminável de dinheiro!”

Pufff!!! e ele se foi.

– Agora tu, diz o génio para o chefe.

Ele fica pensando um pouco e o gênio vai ficando impaciente, até que pergunta:

-Como é que é, o meu? Vai escolher ou não?

Então o chefe toma sua sábia decisão:

-Não sei como é que vou fazer para tocar o trabalho sem aqueles dois. Quero eles de volta aqui logo depois do almoço!

Porque despedi minha secretária

Era meu aniversário. Acordei todo contente esperando os cumprimentos de minha esposa e nem sequer um bom dia recebi. Veio então meu filho do quarto e a mesma coisa! Minha mãe nem ao menos me telefonou.

Fui para o trabalho e minha secretária veio correndo me dar os parabéns, e me disse:

– Feliz aniversário, chefinho!

Fiquei muito feliz com aquele cumprimento. Pelo menos ela havia se lembrado! Passei a manhã toda alegre e me lembrando do quanto aquele cumprimento havia sido importante para mim.

Na saída para o almoço, minha secretária interpelou-me dizendo:

– Está um dia lindo! Que tal se almoçassemos juntos, já que é um dia tão importante para o senhor?

Achei a idéia ótima e nos dirigimos até um restaurante bem agradável, pouco afastado da cidade. O almoço correu em clima bem descontraído e eu já havia até me esquecido das decepções que tive pela manhã. Foi então que minha secretária sugeriu:

– Está um dia tão agradável que acho que podíamos ir até minha casa tomar um drink e relaxar um pouco.

Fui todo animado, já antevendo o que poderia ocorrer em sua casa. Chegando lá ela me disse:

– Sirva-se à vontade. O barzinho fica logo ali. Eu vou colocar algo mais confortável e já volto.

Ela entrou no quarto, e após cinco minutos, surgiram de dentro do quarto dela, minha mulher, meu filho, minha mãe, meus dez melhores amigos e suas esposas e a secretária gritando:

– Feliz aniversário!

E lá estava eu, nu, só de meias, deitado no sofá.

Alemão enlouquecedor

A avó pergunta à neta:

– Aninha, como é mesmo o nome daquele alemão que me deixa louca?

– Alzheimer, vovó…

Fidel no Inferno

Fidel Castro morreu. Quando chegou no céu, São Pedro barrou a sua entrada e o mandou para o inferno. O diabo o recebeu eufórico:

– Fidel! Grande Fidel! Sinta-se em casa!

Fidel então se lembrou que tinha esquecido as malas lá no céu.

– Não se preocupe – disse o diabo. – Fica aí à vontade que eu mando dois diabinhos buscarem as suas malas.

E lá foram os dois diabinhos. Chegando ao céu, encontraram uma tremenda fila na porta. Um diabinho virou pro outro e falou:

– Vamos entrar na fila?

– Que fila, mané! – disse o outro diabinho. – Vamos pular aquele muro ali.

Eles tentam pular o muro. São Pedro percebe e comenta com o arcanjo Gabriel:

– Olha lá, Gabriel. Não tem 10 minutos que o Fidel tá no inferno e já chegaram dois refugiados!

Santo Devoto

O padre interpela um bêbado na escadaria da igreja, pronto para lhe descascar o maior sermão, quando este lhe confessa:

– Péra aí, seu padre! Eu sou católico… e tenho muita devoção…

– Ah, é? Devoção com qual santo?

– Com dois! São Duíche, quando tô com fome e São Risal, quando tô de fogo!

O que a bebida não faz

O cara já tinha bebido mais de vinte garrafas de cerveja e, no auge da bebedeira, decidiu ir para outro bar.

Bêbado é assim, quando decide, faz e pronto. Mas quando ele foi se levantar da cadeira, plaft, caiu de cara no chão.

Então ele tentou se levantar e, pá, caiu de novo. Então o bebum se rastejou até a porta do bar. Quem sabe, tomando um ar fresco ele conseguisse levar.

Ele esperou um pouco, tentou se levantar e, bum, desmoronou outra vez. Então ele começou a se rastejar.

Pelo menos isso ele conseguiu. Foi se rastejando pela rua e teve pelo menos uma idéia inteligente: resolveu desistir do outro bar e ir pra casa, já que não conseguia nem andar.

Depois de se rastejar alguns quarteirões ele chegou em casa. Agora ele conseguiria levantar. Que nada! Caiu de novo! E foi rastejando até a sua cama.

Acordou na manhã seguinte com a esposa dando uma tremenda bronca:

— Bonito, hein! Bebendo novamente na rua até tarde!

— Quem disse isso? — perguntou ele, com olhar inocente.

— Ligaram do bar e disseram que você esqueceu a cadeira de rodas lá de novo!

Related posts

Send this to a friend