Santuário: Após ameaças, prefeitos cancelam reunião com Trump

Foto5 Bill de Blasio Santuário: Após ameaças, prefeitos cancelam reunião com Trump
“Isso não nos torna mais seguros e viola os valores fundamentais da América”, disse Blasio

Cidades e condados receberam cartas exigindo que fossem entregues ao DOJ documentos que descrevessem a política “santuário”

Na quarta-feira (24), o Departamento de Justiça (DOJ) ameaçou acionar judicialmente 23 cidades e condados, caso não fornecessem informações sobre suas “políticas santuário”. A exigência provocou retaliação por parte de prefeitos espalhados pelos EUA que cancelaram a reunião com o Presidente Donald Trump na Casa Branca.

Em cartas enviadas à Nova York, Chicago, San Francisco e outras jurisdições, o DOJ exigiu que arquivos nos quais fosse possível verificar se essas regiões estão “restringindo de forma ilegal o compartilhamento de informações entre as autoridades policiais locais e as de imigração”.

“Eu continuo a alertar todas as jurisdições citadas para reconsiderarem políticas que põem em risco a segurança de vizinhanças e seus residentes”, disse o Procurador Público Geral Jeff Sessions. “Proteger criminosos estrangeiros das autoridades federais vai contra a lógica e compromete o cumprimento das leis”.

As cartas provocaram respostas furiosas da parte de vários prefeitos democratas, incluindo o de New York City, Bill de Blasio, que adiantou que cancelaria a reunião agendada com o Presidente na Casa Branca, na quarta-feira.

“Eu NÃO participarei do encontro de hoje na Casa Branca depois que o Departamento de Justiça do @realDonaldTrump decidiu renovar os ataques racistas em nossas comunidades imigrantes”, postou Blasio no Twitter. “Isso não nos torna mais seguros e viola os valores fundamentais da América”.

O prefeito de Nova Orleans, Mitch Landrieu, que atua como presidente da Conferência dos Prefeitos dos EUA, também adiantou que boicotaria a reunião. “Infelizmente, a decisão da administração Trump de ameaçar os prefeitos e demonizar novamente os imigrantes, além do uso das cidades por razões políticas no processo, fez com que fosse impossível comparecer à essa reunião”, disse ele.

“Cidades-santuário” é um termo geralmente utilizado para descrever jurisdições que restringem as autoridades de segurança locais de compartilhar informações com o governo federal sobre o status migratório daqueles sob custódia da polícia.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend