Depressão: Brasileira morre após ingerir coquetel de remédios 

Foto1 Sirlene Antonelli Depressão: Brasileira morre após ingerir coquetel de remédios 
Sirlene Antonelli, de 43 anos, ingeriu centenas de pílulas antidepressivas e foi levada às pressas para fazer lavagem estomacal no hospital em Rhode Island (Foto: Facebook)

A paranaense Sirlene Antonelli, de 43 anos, ingeriu centenas de pílulas antidepressivas e foi levada às pressas ao hospital em Rhode Island

Na noite de domingo (26), Sirlene Antonelli, de 43 anos, natural de Cianorte (PR), morreu depois de ter os aparelhos que a mantinham viva em um hospital no estado de Rhode Island. Conforme amigos, a brasileira era casada com um imigrante italiano naturalizado cidadão dos Estados Unidos. As informações são do jornal Brazilian Times.

Sirlene vivia nos EUA há aproximadamente 10 anos e sofria de depressão profunda. Durante um tempo, ela residiu em Framingham (MA), entretanto, mudou-se para a cidade de North Scituate (RI); onde abriu uma companhia de limpeza de casas.

Ainda conforme amigos, nos últimos meses, Antonelli enfrentava muitos problemas familiares e ficou durante muito tempo longe dos 3 filhos, que estavam no Brasil. Antes de falecer, Sirlene teria enviado uma mensagem para as filhas indicando uma despedida.

“Filha, se alguma coisa acontecer comigo, saiba que eu te amo muito e também os seus irmãos”, escreveu ela.

O filho mais velho de Sirlene tem 24 anos de idade e ainda mora no Brasil.

Segundo amigos, na manhã de domingo (26), Sirlene ingeriu centenas de pílulas antidepressivas e foi levada às pressas para fazer lavagem estomacal no hospital, entretanto, não resistiu à intoxicação e morreu. Os aparelhos foram desligados na noite do mesmo dia.

. Depressão fez outra vítima:

Na semana passada, Jhonatan Gomes de Souza, natural do município de Umuarama (PR), morador em Hudson (MA), foi encontrado sem vida pela esposa dele, Amanda Barbarotte. O paranaense vivia nos EUA há aproximadamente 1 ano e foi considerado o primeiro caso de suicídio na comunidade esse ano em Massachusetts.

“Foi uma surpresa para mim, pois, apesar de eu suspeitar que ele sofria de depressão, nunca conversamos sobre isso”, relatou ela ao jornal Brazilian Times.

Jhonatan e Amanda frequentavam a igreja Abba Church, localizada na cidade de Marlbrough (MA), liderada pelo Pastor José Carlos Goulart.

A morte súbita do brasileiro surpreendeu e chocou parentes e amigos. Em decorrência disso, Amanda iniciou no website GoFundMe.com a campanha beneficente: https://bit.ly/2GpXdfc, cujo objetivo é angariar US$ 5 mil, os quais serão utilizados para pagar as despesas com velório e traslado do corpo para o Brasil. Até à tarde de quarta-feira (29), foram arrecadados US$ 575.

“Esse era o Jhonatan, um rapaz jovem, cheio de vida, cheio de sonhos. (Ele) só estava aqui na América há apenas 1 ano. Juntos, tínhamos vários planos para realizar. Mas, esquecemos que a vida traça seu próprio caminho, às vezes, e não esperávamos que iríamos lidar com esse impedimento que nos surpreendeu. A morte apareceu e tudo foi ceifado. Eu, como esposa, estou aqui para que vocês possam me ajudar com as despesas. A família dele no Brasil quer vê-lo pela última vez e, como tudo é muito caro, preciso da sua ajuda obrigada”, postou Amanda no GoFundMe.com.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend