Brasileiro é vítima fatal de coronavírus em Newark (NJ)

Paulo de Andrade Lage  Brasileiro é vítima fatal de coronavírus em Newark (NJ)
Paulo de Andrade Lage, de 54 anos, foi internado na Saint Michael Hospital, no centro de Newark (NJ), apresentando o quadro de fluído nos pulmões, até ser diagnosticado com o vírus

O mineiro Paulo de Andrade Lage, de 54 anos, estava internado no Hospital Saint Michael, também em Newark (NJ), onde veio a falecer

Na noite de sábado (4), Paulo de Andrade Lage, de 54 anos, natural de Alpercata (MG), morador em Newark (NJ), faleceu em decorrências de complicações provocadas pelo coronavírus. Ele residia na Napoleon St., no bairro do Ironbound, e realizava periodicamente o tratamento de hemodiálise numa clínica localizada na South Street, no mesmo bairro. A equipe médica, parentes e amigos especulam que ele possa ter adquirido o vírus fatal durante o tratamento e, consequentemente, a proximidade física com outros pacientes também debilitados; devido à baixa imunidade biológica.

Apresentando o quadro de fluído nos pulmões, o mineiro estava internado no Saint Michael Hospital, no centro de Newark (NJ), onde veio a falecer. Em 30 de março, ele telefonou para os parentes e os informou que havia sido diagnosticado com o coronavírus, portanto, a visitação a ele foi sumariamente proibida pelos médicos. Segundo parentes, o corpo de Paulo será cremado, não havendo velório, uma vez que as determinações de saúde pública não recomendam cerimônias fúnebres com a aglomeração de pessoas e caixões abertos nos casos envolvendo a contaminação pelo vírus fatal.

Antes de sofrer problemas renais, Paulo trabalhava numa padaria em Livingston (NJ). Ainda segundo parentes, o brasileiro deixou a esposa, Cláudia Iaiou, e 3 irmãos nos EUA, a mãe, Maria das Graças Lage, e 2 irmãos no Brasil, para onde as cinzas serão enviadas após a cremação. O pai dele, José Lage de Andrade, também faleceu há aproximadamente 2 anos nos EUA.

. Vírus continua fazendo vítimas em NJ:

No domingo (5), menos de uma semana depois de dizer que os efeitos da pandemia de coronavírus “sangrarão significativamente em maio”, o Governador Phil Murphy divulgou uma previsão ainda mais pessimista: O surto “se espalhará significativamente no verão”, disse Murphy em entrevista à CNN, acrescentando que a batalha contra o coronavírus piorará antes que as coisas melhorem e que o estado deve se preparar para o que será o período “realmente desafiador” de 2 semanas à frente.

O número de mortes associadas ao coronavírus subiu para pelo menos 917 em New Jersey no domingo (5). Pelo menos 37.505 pessoas testaram positivo para o vírus, embora aproximadamente 80 a 85% dos casos sejam leves ou moderados, disseram autoridades estaduais de saúde. Outros 44.661 em New Jersey testaram negativo para COVID-19.
A NJ Transit está pedindo a todos os passageiros que usem coberturas faciais para ajudar a diminuir a propagação do coronavírus. Numa postagem no Twitter, no domingo (5) à noite, a NJ Transit citou uma recomendação dos Centros federais de controle e prevenção de doenças (CDCs), aconselhando o uso de cobertura sobre o rosto em locais públicos, onde é difícil manter pelo menos 1 metro e meio de distância.

Os estudantes de Enfermagem atendem à chamada, ocupando as linhas de frente quando surgem os casos de coronavírus: Os alunos estão entre os profissionais que responderam ao chamado de Murphy por voluntários durante a pandemia do COVID-19. Eles ajudam as equipes de centros de testes, entrevistando pacientes para documentar a propagação do contágio, trabalham como paramédicos e até oferecem atendimento em um centro de detenção juvenil.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend