1º dia da carteira para indocumentados tem filas longas em NYC

Foto31 Carteira de motorista NY 1º dia da carteira para indocumentados tem filas longas em NYC
Inúmeros imigrantes chegaram cedo para aplicar para a carteira de motorista em New York (detalhe), no 1º dia de vigência da lei estadual

As filas estenderam-se ao longo de vários quarteirões e algumas filiais do DMV não conseguiram acomodar todos os solicitantes

Na segunda-feira (16), do lado de fora dos prédios de algumas filiais do Departamento de Veículos Auto Motores (DMV) as filas de pessoas que aplicavam para a carteira de motorista em Nova York estenderam-se ao longo de vários quarteirões. Este foi o dia em que a “Green Light Law” entrou em vigor, a qual beneficiará inúmeros imigrantes indocumentados que residem no estado.

A nova lei foi comemorada por ativistas e imigrantes indocumentados que há muitos anos vêm lutando pelo direito de obter as carteiras de motorista num estado que possui uma grande população imigrante que vive nos subúrbios e regiões rurais, onde o transporte público muitas vezes não é disponível ou instável. Tarefas como ir à mercearia, compras, ir ao trabalho, levar um filho à escola e ir ao médico todas dependem da possibilidade de dirigir legalmente, argumentavam os apoiadores da lei.

“Isso tem a ver com sobrevivência”, disse Eva Gomez, uma mexicana indocumentada que reside em Passaic (NJ).

Outra imigrante mexicana, Margarita Rodriguez, de 37 anos e mãe de 3 filhos, disse que “durante tempo demais os imigrantes têm estado nas sombras. Já é hora de nós sairmos das sombras”.

A lei de Nova York também expande as formas de identificação que podem ser utilizadas para aplicar para as carteiras de motorista, as quais incluem a carteira de motorista estrangeira, um passaporte ou cédula de identificação do país do estrangeiro e a certidão de nascimento. Os candidatos ainda terão que passar nos testes escritos e de direção.

O porta-voz do Departamento Estadual de Veículos Auto Motores relatou que as filiais do DMV estão atendendo muito mais pessoas que o antecipado. As filas nos DMVs de New York City dobraram quarteirões. Numa filial no Bronx, trabalhadores saíram à calçada às 12:30 pm para informar às pessoas que a sala de testes estava lotada.

Roldan Martinez, de 33 anos, que aplicava para a carteira pela primeira vez, esperava na fila há 1 hora. “Não há mais espaço para hoje”, disse ele. “Eu tentarei amanhã”.

Em Flushing, Queens, apesar do frio e neve fina, a fila estava repleta de pessoas entusiasmadas com a oportunidade que a nova lei deu à elas.

“Nós não nos importamos com o frio”, disse Nancy Hernandez, de 33 anos, que trabalha num restaurante em Manhattan (NY). “Nós temos esperado há muitos anos. Nós não nos importamos por mais duas horas”.

Ela relatou que não estava surpresa pelo tamanho da fila e que foi no primeiro dia porque não confia que essa oportunidade irá durar. “Isso fará muita diferença. Você pode fazer muita coisa com uma carteira de motorista”.

O equatoriano Carlos Alfredo Guaman, de 44 anos, disse que chegou à filial do DMV no Flushing um pouco antes das 8:00 da manhã. À 1:30 da tarde, ele estava a meio caminho da entrada.

“Vinte e cinco anos atrás, o meu sonho mera pilotar uma motocicleta, mas os sonhos mudam”, comentou. “Agora, eu simplesmente quero sentir como é dirigir um carro. Eu tenho 44 anos. Eu nunca tive a oportunidade”.

Caso consiga a carteira de motorista, Guaman disse que mudou o destinatário. “Pegar um carro e ir à Disneylândia”.

. Resistência à nova lei:

Num contraste marcante com o entusiasmo demonstrado pelos imigrantes, a nova lei foi recebida com resistência em alguns condados em regiões conservadoras no estado, muitos deles adiantando que não aceitarão tais aplicações. O escritório do DMV no Condado de Rensselaer, o diretor Frank Merola disse, na segunda-feira (16), que o escritório dele não aceitaria as aplicações dos imigrantes indocumentados, alegando que os atendentes dele não possuem o treinamento ou conhecimento para determinar se os passaportes estrangeiros eram legítimos.

Frank, um republicano, disse que a decisão dele era de ordem prática e não política. Aqueles que quiserem aplicar para o documento em Rensselaer foram encaminhados a um escritório maior na capital do estado, Albany. Em contraste, os funcionários no local pareciam prontos para processar as aplicações, com dois funcionários dando as boas vindas na porta da filial do DMV.

 

Related posts

Send this to a friend