Os abnegados da internet

outlook Os abnegados da internetCatastrofistas de plantão costumam classificar a internet como um campo minado, com larápios e golpistas atocaiados atrás de cada bite. Que injustiça. Basta abrir seus emails pra ver que a rede é, na verdade, uma fonte inesgotável de felicidade, com infinitas possibilidades de realização pessoal, profissional e financeira.

Vejam o caso da Ludivina Griffin, a boa e fraterna Ludivina Griffin. Embora não recebendo nenhuma solicitação de minha parte, faz a fineza de enviar-me ofertas de Valium, Cialis e Propecia com preços realmente tentadores. É o que chamo de fazer o bem sem olhar a quem, zelando pela saúde do próximo – ainda que o próximo esteja tão distante. Pense bem: quem sou eu para Rozzela Morgan, Carmon Montgomery, Cristel Garcia, Paul Jurgensen,só para citar alguns dentre os muitos que me mandam as promoções farmacológicas? No entanto eles empenham seu tempo e seus esforços no afã de dividir comigo as barbadas, descontos e negociações que arduamente devem travar com os laboratórios. Isso é o que eu chamo de magnanimidade e desprendimento.

A prosperidade chega arrombando minha caixa de mensagens. Boas novas pululam descontroladamente no meu outlook. Pelo menos 3 vezes por semana, Shawn Splanger me avisa que ganhei o primeiro prêmio na loteria do Reino Unido. Coisa de 15 milhões de euros. Basta clicar num link para ter acesso às instruções de como receber o que me é de direito. Só não fiz isso ainda porque estou esperando acumular vários prêmios, pra receber tudo de uma vez só. A uma média de 3 por semana, são 12 ao mês. Nem o ex-deputado João Alves teve tanta sorte assim.

Já Abraham Hani, Malawki Alli e Vincent Agnos insistem em me locupletar com quantias que variam de 7 a 30 milhões de dólares americanos. Se apresentam como Diretores do BOA (Bank of Africa)e falam que o montante refere-se a uma aplicação bancária em nome de um sujeito que morreu, junto com a mulher e a filha única, num desastre de avião no Alaska. Eu embolsaria 30% da dinheirama, desde que concordasse em ceder minha conta corrente para uma triangulação. Thomas James é outro remetente incansável de ofertas dessa natureza. Seu mais recente email solicitava minha intercessão urgente, para tratar de assuntos relativos a U$ 10.000.000,00.

Não poderia deixar de mencionar Florência Taylor. Esta senhora brinda-me, dia sim, dia não, com um farto manancial de livros jurídicos para compra online, alguns deles versando sobre as peculiaridades do código civil guatemalteco.

Pessoas altruístas como Erin Faulk, Shelby Hardy, Staci Ávila, com suas propostas de participação societária, me provam que vale a pena acreditar no ser humano, e que o mundo ainda é um lugar decente pra se viver.

E que dizer de Judith Carlson, Chiang Lin, Robert Haltz? A vontade que tenho é de reunir toda a turma para uma boa pândega de confraternização, ocasião em que poderemos enfim nos conhecer pessoalmente. Providenciaria uma lauta feijoada, caipirinha à vontade e um karaokê de bossa-nova. Mas como abrigá-los todos em minha casa, já que são tantos? Uma solução seria descontar um dos prêmios da loteria britânica e comprar uma mansãozinha básica para a ocasião. É, pode ser.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend