Trump: Forças Armadas construirão o muro se democratas não apoiarem

Foto27 Donald Trump Trump: Forças Armadas construirão o muro se democratas não apoiarem
“Caso os democratas não concedam os votos suficientes para manter o nosso país seguro, as Forças Armadas construirão o restante do muro”, postou Trump no Twitter

Através de mensagens no Twitter, o Presidente ameaçou ordenar os militares a construírem o polêmico muro na fronteira com o México

Na terça-feira (11), o Presidente Donald Trump postou uma série de mensagens no Twitter sobre a segurança na fronteira. Nos textos, ele prometeu se desviar do Congresso e ordenar que as Forças Armadas construam o muro prometido ao longo da fronteira com o México. A ameaça foi feita, “caso os democratas não nos concedam os votos para manter o nosso país seguro”. Poucas horas antes de se encontrar com líderes democratas para discutir a verba para o muro, o Presidente se vangloriou dos esforços dele em aumentar a segurança ao longo da divisa dos EUA e México.

“Apesar das grandes caravanas que estavam sendo formadas e se dirigiam ao nosso país, as pessoas não conseguiram atravessar os nossos muros construídos recentemente, cercas, patrulheiros & militares”, disse ele numa das 5 postagens no Twitter. “Eles agora estão permanecendo no México ou retornando aos seus países de origem. O ICE (Depto. de Imigração), Patrulha da Fronteira (CBP) e nossas Forças Armadas tem feito um trabalho FANTÁSTICO na segurança da nossa fronteira ao sul”.

“Um muro grande seria, entretanto, uma solução muito mais fácil e menos cara. Nós já construímos novas partes grandes e reformamos completamente outras, fazendo-as novas em folha”, acrescentou. “Os democratas, entretanto, por razões puramente políticas e porque foram empurrados tanto para a esquerda, NÃO querem a segurança na fronteira. Eles querem fronteiras abertas para qualquer um entrar. Isso traz doenças e criminalidade em grande escala”.

“A nossa fronteira sul está agora segura e permanecerá dessa forma”, comentou, acrescentando que estava entusiasmado para se reunir na Casa Branca com a líder democrata na Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi (D-CA), e o líder democrata na Senado, Chuck Schumer (D-NY), antes do prazo de 21 de dezembro para fechar alguns órgãos governamentais.

“Em 2006, os democratas votaram a favor do muro e eles estavam certos em faze-lo. Hoje, eles não querem mais segurança na fronteira. Eles lutarão custe o que custar e a Nancy precisa de votos para se manter porta-voz. Entretanto, o muro será construído”, disse ele. “As pessoas não perceberam ainda o quanto do muto, incluindo reformas efetivas, já tem ocorrido”.

“Caso os democratas não concedam os votos suficientes para manter o nosso país seguro, as Forças Armadas construirão o restante do muro. Eles (militares) sabem o quanto isso é importante”, acrescentou.

Trump quer que o próximo orçamento inclua pelo menos US$ 5 bilhões para isso; uma ideia que os democratas rejeitam veemente. Schumer e Pelosi tem encorajado o Presidente a apoiar um projeto de lei que incluem meia dúzia de propostas orçamentais aprovadas pela maioria dos legisladores, além de uma medida separada que libera verba ao Departamento de Segurança Nacional (DHS) nos níveis atuais até 30 de setembro. Tal proposta inclui cerca de US$ 1.3 bilhão para a construção de cercas e outras medidas de segurança na fronteira.

 

Related posts

Send this to a friend