Senado aprova US$ 4.6 bilhões para emergência na fronteira

Foto3 Prisoes na fronteira Senado aprova US$ 4.6 bilhões para emergência na fronteira
Ambas as propostas do Senado quanto da Câmara incluem mais de US$ 1 bilhão para alimentar e abrigar imigrantes e mais de US$ 3 bilhões para cuidar das crianças detidas

O Presidente Donald Trump adiantou que apoia a medida aprovada pelo Senado, na quarta-feira (26)

O Senado aprovou na quarta-feira (26) um projeto de lei que autoriza a verba de US$ 4,6 bilhões em gastos emergenciais para ajuda humanitária na fronteira com o México, em desacordo com a Câmara dos Deputados. Na semana passada, a Câmara, de maioria democrata, aprovou uma versão que impõe restrições severas à administração Trump.

O Presidente Trump apoia a medida do Senado.

Os republicanos do Senado pressionavam a porta-voz da Câmara, Nancy Pelosi, a aprovar a versão do Senado que passou com 84 votos a favor e 8 contra, antes da saída do Congresso para o recesso do feriado de 4 de julho.

Pelosi, que conversou com Trump sobre o projeto na tarde de quarta-feira (26), rejeitou seus apelos.

Eles aprovaram a proposta deles. Nós respeitamos isso. Nós passamos nossa proposta, então, esperamos que eles respeitem isso. Além disso, há algumas melhorias que achamos que podem ser reconciliadas”, disse ela.

A Câmara aprovou sua versão na noite de terça-feira (25), a qual libera verba para lidar com a crescente crise humanitária na fronteira, depois de relatos que crianças imigrantes estavam detidas em centros de detenção superlotados em condições sujas e miseráveis.

O líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, criticou a versão da Câmara, a qual o Senado havia rejeitado anteriormente.

“É uma proposta sem futuro e repleta de pílulas de veneno que o Presidente já adiantou que ele iria vetar”, disse o republicano de Kentucky.

Embora as propostas do Senado quanto da Câmara incluam mais de US$ 1 bilhão para alimentar e abrigar imigrantes e mais de US$ 3 bilhões para cuidar das crianças detidas, o projeto de lei da Câmara estabelece diretrizes mais rígidas sobre como o governo pode usar os fundos.

 

Related posts

Send this to a friend