Presidente de ONG brasileira alerta para golpes de telefonemas falsos

Foto23 Pedro Ordyngew Presidente de ONG brasileira alerta para golpes de telefonemas falsos
“Em casos assim, as pessoas devem ligar para o número do telefone que está na conta e não aquele que aparece no caller ID”, alertou Pedro Ordyngew

Pedro Ordyngew, do Mantena Global Care, em Newark (NJ), recebeu o telefonema de um indivíduo que fingia ser representante da PSE&G

No início de dezembro, a diretoria da ONG Mantena Global Care, com sede no bairro do Ironbound, em Newark (NJ), quase foi vítima de um golpe telefônico envolvendo a conta de eletricidade da entidade. Um indivíduo, fingindo ser um representante da companhia PSE&G, telefonou e informou que a ONG “tinha alguns problemas na conta e, portanto, deveria realizar um depósito de US$ 1 mil naquele mesmo dia, caso contrário, um funcionário da fornecedora de energia elétrica e gás iria ao local e cortaria o serviço”, detalhou o presidente da entidade, Pedro Ordyngew.

Intrigado, Pedro verificou os recibos antigos da conta de energia e constatou que todos eles haviam sido pagos, então, confrontando o indivíduo, que insistia em receber o dinheiro. Após a conversa com o “atendente”, ele contatou o serviço de atendimento ao cliente que consta na conta da PSE&G e foi informado que se tratava de uma tentativa de golpe, pois o pagamento estava em dia.

“Eles (PSE&G) nos informaram que nunca contatam os clientes por telefone e sim através de correspondência. Em casos assim, as pessoas devem ligar para o número do telefone que está na conta e não aquele que aparece no caller ID”, alertou Pedro.

Ele especulou que, por tratar-se de uma corporação, os valores das contas são geralmente mais altos que os residenciais, portanto, atraindo golpistas.

. Mais golpes:

Em janeiro desse ano, a administração do Seguro Social (SSA) emitiu um alerta com relação a um golpe depois de ter recebido várias denúncias de que ladrões estão telefonando para pessoas alegando que representam o órgão. O número indicado no caller ID faz parecer que seja o 1-800 original do Seguro Social.

Apesar de o alerta sobre o golpe tenha sido emitido inicialmente pelo escritório do Inspetor Geral, a AARP da jurisdição de New Jersey contatou seus membros semana passada para alertá-los sobre qualquer ligação feita por alguém alegando ser representante do Seguro Social. Alguns dos falsários tentam intimidar as pessoas com ameaças de levá-las ao tribunal devido a problemas falsos nas contas.

“Infelizmente, os golpistas tentarão de tudo para enganar e prejudicar pessoas inocentes, incluindo amedrontando-as para pensarem que algo está errado com as contas do Seguro Social delas e que, por isso, podem ser presas”, disse na época a inspetora geral do Seguro Social, Gale Stallworth Stone, através de um comunicado.

“Nós continuaremos a monitorar esses esquemas e alertar os moradores para que eles estejam à frente desses ladrões”, acrescentou.

Os funcionários do Seguro Social, algumas vezes, contatam as pessoas por telefone, detalhou Stone. Entretanto, geralmente para problemas menos graves e o número que aparece no caller ID dos beneficiários é o: 1-800-772-1213.

“Os funcionários do SSA nunca ameaçarão as pessoas para obter informações. Eles não dirão que você corre o risco de ser preso ou outra ação se você não fornecer informação”, alertou a administração do SSA num comunicado à imprensa. “Nesses casos, essas ligações são fraudulentas e você deve simplesmente desligar”.

As denúncias da fraude foram feitas de todas as partes dos EUA. Qualquer pessoa que receber uma ligação telefônica fraudulenta pode denunciá-la ao escritório do inspetor geral: 1-800-269-0271 ou no website: olg.ssa.gov/report

 

Related posts

Send this to a friend