Os cães pode contrair o coronavírus?

Foto32 Animais de estimacao e coronavirus Os cães pode contrair o coronavírus?
Nenhum cão apresentou resultado positivo para o coronavírus nos Estados Unidos

O (CDC) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) dizem que não há evidências de que animais de estimação possam espalhar o vírus

Depois que um cachorro em Hong Kong, China, testou um “positivo fraco” para o coronavírus, foram levantadas questões sobre como os donos de animais de estimação podem proceder melhor durante um surto. Ainda assim, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) dizem que não há evidências de que animais de estimação possam espalhar o vírus. Entretanto, e o cachorro em Hong Kong?

As autoridades de Hong Kong pediram aos donos de cães que não beijem seus animais de estimação, publicou o jornal Guardian. O cão que testou positivo é um pomerano cujo dono tem a doença de coronavírus, ou COVID-19. As informações são preliminares, mas acredita-se que o cão tenha contraído o vírus de seu dono. O animal não apresentou sintomas, mas um segundo teste este mês confirmou o resultado positivo fraco inicial após a coleta de um cotonete nasal depois de um período de quarentena, informou a ScienceNews.

. O que os donos de animais devem fazer?

Nenhum cão apresentou resultado positivo para o coronavírus nos Estados Unidos. No entanto, as diretrizes do CDC dizem que os donos de animais doentes ou que apresentam sintomas da doença por coronavírus devem limitar o contato com seus animais de estimação.

“As pessoas que estão doentes com doenças infecciosas têm o cuidado de evitar transmitir essa doença a outras pessoas e usam medidas de bom senso para fazê-lo”, disse a Dra. Gail Golab, diretora veterinária da Associação Americana de Medicina Veterinária. “Essas medidas de senso comum incluem minimizar o contato, lavar as mãos e usar desinfetante para as mãos e tossir ou espirrar no cotovelo ou na manga (da roupa), em vez de na direção de outra pessoa”.

“As mesmas precauções se aplicam à prevenção da propagação do COVID-19 às pessoas e, com bastante cautela, recomendamos que elas adotem a mesma abordagem de bom senso ao interagir com seus animais de estimação”, acrescentou.

. Não recomendado:

Compartilhar comida com cães e animais de estimação, aconchegar, acariciar ou outro contato próximo, como deixar que os cães o lambam.

“Se você ficar doente com o COVID-19, deve pedir a alguém para cuidar, caminhar, alimentar e brincar com seus animais de estimação”, disse Golab. “Se você precisar cuidar deles, use uma máscara facial; não compartilhe comida, beije ou abrace-os; e lave as mãos antes e depois de qualquer contato com seu animal de estimação”.

Ela disse que aqueles que estão em quarentena devem ficar em um quarto longe de outras pessoas e animais de estimação e usar um banheiro separado, se possível.

. Cuidados contra o coronavírus:

A Dra. Golab recomenda que um kit de emergência seja preparado com pelo menos 2 semanas de alimentos e medicamentos para o animal de estimação; caso os donos de animais precisem entrar em isolamento ou quarentena.

“Se possível, você deve ter outro membro da família que cuide do seu animal de estimação em sua casa ou em uma área separada”, disse ela.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend