NJ  é o estado com maior risco de 2ª onda de coronavírus, diz Murphy

Phil Murphy 1 5 NJ  é o estado com maior risco de 2ª onda de coronavírus, diz Murphy
“Provavelmente corremos mais riscos do que outras partes do país”, disse Murphy

O Estado Jardim está mais preparado para lidar com isso agora do que há apenas um mês, enfatizou o Governador 

New Jersey provavelmente está mais em risco do que todos os 50 estados nos EUA para uma segunda onda do coronavírus este ano, entretanto, o Estado Jardim está mais preparado para lidar com isso agora do que há apenas um mês, disse o Governador Phil Murphy na quarta-feira (27). Ele foi questionado sobre a possibilidade de uma segunda onda do COVID-19 durante uma entrevista de rádio no “Moose and Maggie Show” da WFAN. Ele não forneceu dados específicos mostrando que é provável, mas enfatizou que New Jersey é “o estado mais denso da América” e localizado “na região mais densa da América”.

“Provavelmente corremos mais riscos do que outras partes do país”, disse ele, acrescentando que vírus semelhantes no passado mostraram “uma propensão a voltar no outono/inverno”.

Ainda assim, Murphy enfatizou que o esforço do estado para expandir os testes e contratar monitores da doença poderia diminuir a chance de ter que pedir fechamentos generalizados novamente. Antes de declarar emergência em todo o seu estado, se você tiver o teste e o rastreamento de contato e um plano para isolar, provavelmente não poderá atingir 1 mil, mas terá uma chance muito maior de controlá-lo sem fechar todo o local”, disse ele.

Na quarta-feira (27), Murphy anunciou em sua coletiva de imprensa diária em Trenton (NJ) que o estado alcançou sua meta de testar pelo menos 20 mil pessoas por dia, o que ele disse ser um passo fundamental para reabrir ainda mais a economia e proteger contra picos futuros nos casos. Tudo isso aconteceu horas depois que Anthony Fauci, o principal especialista em doenças infecciosas da Casa Branca, disse que uma segunda onda de COVID-19 nos EUA “poderia acontecer”, mas “não é inevitável” se os estados reabrissem corretamente.

“Não comece a ignorar as recomendações de algumas das diretrizes, porque esse é realmente uma opção tentadora e está causando problemas”, disse Fauci à CNN na quarta-feira (27) de manhã.

Murphy disse que falou com Fauci durante uma videochamada na terça-feira (26), e Fauci fez “a avaliação mais otimista de uma segunda onda que eu ouvi dele”.

“Não houve uma avaliação diferente quanto à probabilidade de uma segunda onda”, disse o Governador. “Foi através de infraestrutura de teste, infra-estrutura e rastreamento de contatos e capacidade de isolamento que estávamos muito melhor equipados para lidar com uma segunda onda do que estávamos na primeira onda ou do que estávamos preparados no passado para segundas ondas como o H1N1″.

New Jersey, um estado de 9 milhões de habitantes, viu seu surto de COVID-19 diminuir significativamente nas últimas semanas, com o número de hospitalizações e casos caindo quase diariamente.

Murphy disse que isso permitiu que ele diminuísse gradualmente as restrições impostas ao estado no final de março para combater o vírus. Entretanto, as empresas não essenciais permanecem limitadas ao serviço nas calçadas, os restaurantes permanecem limitados à entrega (delivery) de comida e os residentes ainda são obrigados a ficar em casa o máximo possível.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend