Jovem brasiliense desaparece na Califórnia

juiana Jovem brasiliense desaparece na Califórnia
Julyana está desaparecida desde o dia 11 de maio

Mais um caso de desaparecimento envolvendo uma brasileira é registrado pelas autoridades da Califórnia. De acordo com as informações divulgadas pelos amigos, nas redes sociais, Julyana Vasconcelos Almeida, 20 anos, foi vista pela última vez no dia 11 de maio. A família dela reside no Brasil e está desesperada por alguma informação que explique o desaparecimento ou leve ao paradeiro da jovem.
Julyana, que é natural de Brasília, estava na cidade de Santa Monica, cidade costeira da Califórnia que tem uma das praias mais badaladas dos Estados Unidos. Ela mede 1m75 de altura e a última vez que foi vista foi quando se despediu de uma amiga e foi para sua casa, por volta das 4:00 pm. Familiares afirmam que neste mesmo horário ela entrou em contato com sua mãe, no Brasil
Rosângela Bragança afirmou que a prima foi para Santa Monica há três semanas atrás e estava em um Hostel, o Banana Bangalow, em Los Angeles. Ela destacou que está exausta diante de toda esta situação, mas não desistirá de encontrar Julyana.
Ainda, de acordo com informações dos familiares, a jovem morava com a avó na cidade em Maryland, onde trabalhava na área de delivery por aplicativo. Esta é a terceira vez que ela viaja aos Estados Unidos. A primeira vez ocorreu quando ela tinha apenas 12 anos de idade.
Amigos afirmam que ela tinha um sonho de se tornar atriz e por isso buscava meios de se mudar para a Califórnia. Quando isso ocorreu, ela não pensou duas vezes e foi para Los Angeles. A mãe, Viviane, disse que a filha estava no hostel e que teria se mudado para abrir uma empresa. “Ela comprou um carro e voltou a trabalhar com sistema de entrega por aplicativo até conseguir estrutura os seus planos”, disse sem explicar o ramo comercial que ela planeja iniciar.
Viviane explica que para se mudar para Los Angeles, a filha conversou com ela e pediu permissão. “Até aí estava tudo bem e ela sempre me mandava mensagens via WhatsApp para dizer que estava bem”, explicou. “Mas depois que ela foi para a Califórnia, as coisas começaram a mudar”, continuou.
A jovem resolveu deixar a cidade de Los Angeles e se mudar para Santa Monica. A mãe fala que foi neste momento que começou a perder contato direto com a filha. “Nossa relação começou a mudar e ela não conversava comigo do mesmo jeito. No Dia das Mães ela mandou uma mensagem e um emoji de uma loira. Ela não faria isso. Tenho certeza de que outra pessoa mandou a mensagem”, afirma.
A mãe conta que em uma das últimas mensagens a filha “pediu para contar algo” e disse que iria contar algo que seria difícil acreditar. Angustiada, Viviane perguntou o que era e Julyana respondeu: “Eu consegui. Faço parte deles. Eles me aceitaram e foi uma escolha minha”.
A mãe perguntou o que significava isso e a filha respondeu apenas: “Holywood”.
Depois que a filha parou de se comunicar com a família, a mãe pediu ajudar e familiares e amigos começaram a buscar por informações nas redes sociais. Diante disso, várias versões começaram a surgir. Uma delas é que Julyana estaria envolvida em um triângulo amoroso e que o homem seria um traficante de drogas na região de Santa Mônica. “Mas ela acabou se relacionando com um amigo dele e ele queria vingança”, afirma uma das versões.
Viviane não acredita nesta história e acredita que a filha está privada de liberdade em alguma região de Los Angeles. O Departamento de Polícia de Los Angeles iniciou as investigações, mas ainda não conversou com nenhuma provável testemunha, pois precisa coletar mais dados.
Quem tiver qualquer informação que leve ao paradeiro da brasileira, é só ligar para o telefone (408) 890-6195.
As informações são do Brazilian Times.

Related posts

Comentários

Send this to a friend