IRS envia cartões pré-pagos ao invés de cheques para alguns beneficiários

Cheque Stimulus IRS envia cartões pré pagos ao invés de cheques para alguns beneficiários
O IRS não detalhou por que certas pessoas receberiam o cartão de débito em vez de um cheque

O órgão informou que os cartões chegam em um envelope comum da Money Network Cardholder Services

A Receita Federal (IRS) informou que quase 4 milhões de pessoas estão recebendo seus pagamentos de estímulo, chamados “Pagamento de Impacto Econômico”, por cartão de débito pré-pago em vez de cheque em papel.

“A determinação de quais contribuintes recebem um cartão de débito foi feita pelo Bureau do Serviço Fiscal, outra parte do Departamento do Tesouro que trabalha com o IRS para lidar com a distribuição dos pagamentos”, disse à agência.

O IRS não detalhou por que certas pessoas receberiam o cartão de débito em vez de um cheque. O órgão informou que os cartões chegam em um envelope comum da Money Network Cardholder Services.

“O nome do contribuinte aparecerá na frente do cartão; o verso do cartão tem o nome do banco emissor, MetaBank, N.A. ”, informou o IRS. “As informações incluídas no cartão explicarão que o cartão é um cartão de pagamento de impacto econômico”.

O IRS acrescentou que aqueles que recebem os cartões podem, sem pagar taxas, fazer compras on-line e em qualquer estabelecimento local de varejo onde o sistema Visa seja aceito. Eles também podem sacar dinheiro em caixas eletrônicos da rede, transferir fundos para contas bancárias pessoais e verificar o saldo do cartão on-line, por aplicativo móvel ou telefone.

“Este cartão pré-pago gratuito também oferece proteção ao consumidor disponível para os donos tradicionais de contas bancárias, incluindo proteção contra fraude, perda e outros problemas”, afirmou a Receita Federal.

Entretanto, há limites para o cartão e circunstâncias em que o contribuinte pode ser cobrado, portanto, quem recebe um cartão deve ler atentamente os termos de serviço. Por exemplo, a maioria dos caixas eletrônicos tem limites de quanto dinheiro pode ser retirado ao mesmo tempo e, se o contribuinte não tomar cuidado e for a um caixa eletrônico fora da rede, poderá ser cobrado.

O IRS também informou que as tarifas podem ser aplicadas se o beneficiário usar o cartão para sacar dinheiro de um banco ou cooperativa de crédito. O órgão detalhou que o contribuinte deveria saber o saldo com antecedência, porque o caixa não pode dizer quanto dinheiro há no cartão e precisará usar o PIN (senha) de 4 dígitos e pode ser solicitada um documento de identificação adicional.

No entanto, o IRS informou que o beneficiário pode transferir fundos para sua conta bancária pessoal sem a cobrança de tarifa. O beneficiários devem ler atentamente o “Pacote de boas-vindas” que recebem para garantir que não incorre em tarifas desnecessárias e ler as perguntas frequentes do cartão em seu website.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend