Indocumentados não serão presos por dirigir sem carteira em Cambridge (MA)

Foto6 Quinton Zondervan Indocumentados não serão presos por dirigir sem carteira em Cambridge (MA)
“Precisamos proteger nossos membros da comunidade de um governo federal que está fora de controle”, disse Quinton Zondervan

Conforme a lei municipal, os policiais são instruídos a não prender imigrantes indocumentados encontrados dirigindo sem licença

Os imigrantes indocumentados que residem em Cambridge (MA) não serão presos por dirigir sem carteira de motorista, graças a uma nova lei. De acordo com a lei aprovada pela cidade, os policiais são instruídos a não prender imigrantes indocumentados encontrados dirigindo sem licença. Em vez disso, eles são instruídos a emitir ordens de comparecimento aos tribunais (summonses) aos motoristas infratores.

“Precisamos proteger nossos membros da comunidade de um governo federal que está fora de controle”, disse o conselheiro da cidade de Cambridge, Quinton Zondervan. “Não há outras razões para a polícia prender alguém; dê a eles uma ordem de comparecimento ao tribunal, pois assim os mantém longe das garras do governo Trump”.

A polícia já havia sido aconselhada a seguir este protocolo há algum tempo, mas o Conselho Municipal votou por unanimidade para torná-lo uma lei, de acordo com o relatório de terça-feira (18). A lei não restringe a polícia de prender motoristas se eles tiverem violações adicionais além da falta de uma carteira de motorista. No entanto, ela impede a polícia de perguntar se um motorista é cidadão legal.

O Comitê Conjunto de Transportes da Assembleia Legislativa de Massachusetts apoiou um projeto de lei diferente no início de fevereiro, que permitiria aos imigrantes indocumentados obter a carteira de motorista do estado. Na quarta-feira (5), o prefeito de Boston, Marty Walsh, elogiou o apoio crescente através de uma postagem no Twitter.

Cambridge, que abriga a Universidade de Harvard e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), duas entidades de ensino de renome mundial, tornou-se uma cidade-santuário em 1985. As autoridades municipais se tornaram mais fortes com relação à adesão ao status desde que o Presidente Trump assumiu o cargo.

“No final do dia, temos que ter uma conversa real e entender que esses indivíduos que procuram asilo são pessoas”, disse o prefeito de Cambridge, Marc McGovern, durante entrevista ao programa de TV Fox News em 2019. “Eles não são carga”.

O Prefeito acrescentou que Trump impulsionou “o afastamento” com sua postura em relação à imigração.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend