ICE deporta pela 2ª vez membro de gangue de rua foragido

Foto4 Jose Manuel Castro Orellana ICE deporta pela 2ª vez membro de gangue de rua foragido
José Manuel Castro Orellana, de 30 anos, foi deportado na quarta-feira (5) (Foto: ICE)

José Manuel Castro Orellana, de 30 anos, já havia sido deportado dos EUA em 28 de abril de 2016

Na quarta-feira (5), agentes do Departamento de Imigração (ICE) em El Paso (TX) deportaram um estrangeiro fugitivo de El Salvador, onde era procurado por associação a gangues de rua. Ele é membro da quadrilha transnacional Mara Salvatrucha (MS-13).

José Manuel Castro Orellana, de 30 anos, foi embarcado da ICE Air Operations Charter sem incidentes. Uma vez em El Salvador, os agentes do ICE transferiram a custódia de Orellana para a Polícia Nacional Civil (PNC) de El Salvador, que apresentará acusações criminais contra ele.

José entrou ilegalmente nos EUA em 28 de fevereiro de 2019, atravessando a fronteira entre os EUA e México, nas imediações do posto da Alfândega de Santa Teresa, Novo México.

Esta foi pelo menos a 2ª vez que ele é preso depois de entrar clandestinamente nos EUA. Em 18 de abril de 2016, ele foi autuado, processado aceleradamente e ordenado a sair dos EUA em Laredo, Texas. Orellana foi removido do país em 28 de abril de 2016.

Voltar a entrar clandestinamente nos Estados Unidos após ser legalmente removido é um crime punível com pena de prisão de até 20 anos.

Depois de sua entrada ilegal mais recente, José foi processado tendo como base a ordem de deportação anterior e posteriormente condenado em 1 de abril de 2019.

“Remover esses indivíduos que provaram ser um perigo para a comunidade é uma prioridade para o ICE. Nós os queremos fora de nossas ruas e fora do país”, disse Corey A. Price, diretor do ICE na jurisdição de El Paso. “Os homens e mulheres corajosos do ICE/ERO levam a sério a missão de proteger a América daqueles que não têm intenção de ser membros produtivos da sociedade”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend