Funcionário no Aeroporto de Newark morre de coronavírus

Carlos Consuegra Sr. Funcionário no Aeroporto de Newark morre de coronavírus
Carlos Consuegra Sr., de 52 anos, sofreu insuficiência cardíaca e morreu de coronavírus (Foto: Arquivo da família)

Carlos Consuegra Sr. trabalhava na companhia United Airlines e morreu na terça-feira (24)

Um trabalhador do Aeroporto Internacional Newark Liberty morreu de complicações no coronavírus, informou a esposa dele, na quinta-feira (26). Carlos Consuegra Sr. morreu na terça-feira (24), detalhou Yesenia Vazquez Consuegra, ao canal de TV local PIX11.

O funcionário de 52 anos, residente em Union City (NJ), trabalhava na companhia United Airlines no Newark Liberty, que foi um dos últimos aeroportos a aceitar vôos da China antes que os voos oriundos do país asiático fossem suspensos. Carlos foi levado ao hospital cerca de 2 semanas atrás. Na ocasião, os médicos de plantão que o atenderam disseram que ele tinha uma infecção no ouvido e, então, foi enviado para casa. Yesenia acrescentou que a respiração do esposo dela ficou mais difícil e ele foi para outro hospital, onde sofreu insuficiência cardíaca e morreu de coronavírus.

Consuegra era um não-fumante, sem outros problemas de saúde aparentes, de acordo com a esposa dele. Ele era considerado “atlético”.

Ela acrescentou que os funcionários de saúde que atenderam Carlos nunca receberam nenhum equipamento de proteção ou aviso adequado; o que pode ter causado a exposição deles ao vírus. Em um comunicado sobre a morte de Consuegra, um porta-voz da United Airlines expressou suas condolências.

“Estamos profundamente tristes ao saber da morte de um de nossos funcionários no Aeroporto Internacional Newark Liberty. Os pensamentos de toda a família United estão com seus entes queridos”.

A empresa também disse que está fazendo o possível para manter seus clientes e funcionários em segurança.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend