Coronavírus: IRS prorroga prazo do imposto de renda por 3 meses

Foto33 Imposto de renda Coronavírus: IRS prorroga prazo do imposto de renda por 3 meses
A administração, atuando através da declaração de emergência nacional do Presidente, também suspenderá juros e multas durante esse período

Os contribuintes terão até 15 de julho para pagar suas contas de 2019, em vez do prazo habitual em 15 de abril

A Receita Federal (IRS) está dando aos contribuintes o prazo de 3 meses ao declararem seus impostos em 2020; enquanto o governo Trump tenta proteger a economia do país da devastação provocada pelo coronavírus. Os contribuintes terão até 15 de julho para pagar suas contas de 2019, em vez do prazo habitual em 15 de abril.

A administração, atuando através da declaração de emergência nacional do Presidente, também suspenderá juros e multas durante esse período. O secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, em um comunicado da Casa Branca sobre o vírus, disse que contribuintes que devem até US$ 1 milhão e empresas que devem US$ 10 milhões ou menos serão elegíveis.

Mnuchin também incentivou os americanos que esperassem as restituições do imposto de renda como de costume. Durante o pronunciamento, Mnuchin e Trump disseram que também estão elaborando um plano de estímulo com o Congresso que enviaria a todos os estadunidenses um cheque em apenas 2 semanas.

. Proteja-se de golpistas:

Trata-se de um golpe comum os fraudadores apresentarem uma declaração fiscal falsa em nome e com o número do Seguro Social de outra pessoa. Os golpistas preenchem uma declaração que renderá uma restituição alta. Se um falsário apresentar a declaração do imposto de renda antes do contribuinte, a vítima terá grandes problemas. Ela não apenas terá que provar sua identidade, caso receba restituição, pode levar muito tempo até que a bagunça seja resolvida e receba o dinheiro.

Há outras razões pelas quais o IRS pode rejeitar a restituição; caso o contribuinte demore a apresentar a declaração, disse Bernie Kiely, planejadora financeira certificada e contadora pública da Kiely Capital Management, em Morristown (NJ). Por exemplo, se o contribuinte se divorcie, reivindique a dedução para um filho, mas se o seu ex-conjuge declarar primeiro, a restituição poderá ser rejeitada. Isso também pode acontecer se o contribuinte reivindicar um filho, mas o filho mais tarde apresenta sua própria declaração do imposto de renda.

“Nos dois casos, a pessoa que apresentar primeiro (a declaração do imposto de renda) vence”, disse Kiely. “A segunda restituição será rejeitada eletronicamente”.

Se alguém usar o número do Seguro Social intencionalmente ou por acidente e apresentar a declaração antes do contribuinte, a restituição solicitada será rejeitada. Entretanto, Jonathan Donenfeld, contador público certificado da JLD Tax & Accounting, em Jersey City (NJ), disse que apressar a restituição é má ideia.

“O mais importante é que seja feito corretamente”, disse Donenfled. “Vemos pessoas correndo para apresentar a declaração de imposto de renda e elas acabam não tendo todos os seus documentos.”

Aqueles preocupados com o roubo de identidade podem tomar medidas extras junto ao IRS para proteger seus retornos.

. Golpes podem aumentar:

Os golpistas historicamente aproveitam os noticiários para tentar enganar as vítimas, portanto, os falsários que usam o coronavírus não são diferentes. A ampliação do prazo para a entrega da declaração será uma nova oportunidade para os bandidos.

“A probabilidade disso sempre aumenta quando os golpistas sentem que podem se aproveitar das emoções das pessoas ou, nesse caso, seus medos”, disse Howard Hook, um planejador financeiro certificado e contador público certificado da EKS Associates em Princeton. “As pessoas precisam saber que o método usado pelo IRS para se comunicar com o contribuinte não mudou por causa disso”.

O IRS nunca telefonará para os contribuintes e sim iniciaria uma conversa através de uma carta. Entretanto, isso não impedirá que os golpistas tentem.

“O IRS somente ligará para você se você estiver sob auditoria ou se sua conta estiver em cobrança e você já ter recebido várias cartas primeiro”, disse Donenfeld. “Se não tiver certeza, entre em contato com um especialista em impostos e ele poderá verificar sua conta para garantir que você não tenha problemas com o IRS”.

Outra alternativa é contatar diretamente o IRS.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend