Condado de Essex aprova painel civil para revisar prisão do ICE

Foto15 Essex County Jail  Condado de Essex aprova painel civil para revisar prisão do ICE
A Penitenciária (detalhe) no bairro do Ironbound, em Newark (NJ), abriga detentos do ICE (Foto: Google)

A nova força-tarefa será composta por 9 membros, sendo ex-presidiários, advogados, especialistas e um morador

O Condado de Essex anunciou a criação de um painel civil composto por 9 membros para revisar a penitenciária do condado que abriga os detidos pelo Departamento de Imigração (ICE). Críticos da decisão alegam que se trata de uma tentativa de silenciar os pedidos para que o condado encerre seu contrato com o ICE.

Oficiais do condado disseram que a “Força Tarefa Civil do Centro de Correções”, composta por ex-presidiários, advogados, especialistas e um morador, responsabilizará o Centro Correcional do Condado de Essex pela ocorrência de vários incidentes recentes, incluindo uma ação judicial movida por um ex-detento do ICE, o qual acusa que os carcereiros permitiram que outro preso o atacasse.

O chefe executivo do condado, Joseph N. DiVincenzo Jr., disse que a força-tarefa, aprovada na quinta-feira (12), garantirá “que as condições de confinamento sejam seguras, sanitárias, respeitosas e humanas”, de acordo com a portaria para a criação do conselho.

Entretanto, o ativista local Jay Arena considerou a força-tarefa “patética” e que ela não conseguirá impedir o movimento de base que pede ao município que encerre seu contrato com o ICE. Em 2018, o Condado de Essex recebeu mais de US$ 2.5 milhões por mês para abrigar detidos do ICE.

“Acho que isso é apenas uma tentativa de aplacar nosso movimento e torcer para que nos separemos”, disse Arena, membro do grupo de ativistas “Jobs and Equal Rights for All”. “Continuaremos a lutar até que eles cancelem o contrato”.

DiVincenzo disse que o conselho agirá independentemente do Condado de Essex e terá a capacidade de entrevistar guardas, presidiários e detidos sobre as condições da instalação.

“Após sua implantação, a Força-Tarefa será o órgão de supervisão independente mais forte de uma instituição penitenciária, em todo o país, criada sem uma ordem judicial”, disse ele.

Brendan Gill, presidente do Conselho de Acionistas do Condado de Essex, disse que gostaria de cancelar com responsabilidade o acordo do Condado de Essex com o ICE. Enquanto isso, a força-tarefa ajudará a fornecer aos detentos condições melhores, disse ele.

“Embora haja um forte sentimento favorável ao término do contrato, há igualmente um forte sentimento de proteger os direitos de todos os detentos atualmente detidos no ECCF”, disse Gill em comunicado. “A Força-Tarefa Civil foi criada para esse fim e estou ansioso para que ela cumpra sua missão”.

DiVincenzo disse que as nomeações para preencher as 9 vagas na Força-Tarefa podem ser feitas através do Condado de Essex.

 

Related posts

Send this to a friend