“Coiote” diz que prisão seria “férias pagas” pelos contribuintes

Rocky Eric Alaniz Coiote diz que prisão seria férias pagas pelos contribuintes
Rocky Eric Alaniz disse aos patrulheiros que a prisão “seria apenas umas férias financiadas pelos contribuintes com três refeições por dia”

Rocky Eric Alaniz, de 39 anos, foi detido quando transportava clandestinamente 19 pessoas escondidas na carroceria de um caminhão, no Texas

Quando a Patrulha da Fronteira (CBP) prendeu um motorista no Vale do Rio Grande na semana passada, ele disse aos agentes: “se não o deixassem ir dessa vez, seria apenas um feriado financiado pelos contribuintes com três refeições por dia”, de acordo com a acusação federal feita contra ele. As informações são do canal de TV local KRGV – 5 News.

Na quarta-feira (3), às 7:50 pm, uma carreta parou no posto de patrulha da fronteira Javier Vega Jr., nas proximidades de Sarita (TX). O caminhoneiro, Rocky Eric Alaniz, de 39 anos, residente em Weslaco (TX), já tinha um histórico com a CBP.

No mês passado, quando Alaniz parou no mesmo posto, a Patrulha da Fronteira encontrou 8 pessoas escondidas entre caixas de repolho na carroceria do caminhão, de acordo com a denúncia criminal. Os agentes determinaram que as pessoas não estavam legalmente presentes nos EUA e as detiveram. A Patrulha da Fronteira, no entanto, libertou Alaniz sem acusações. Então, ele voltou menos de um mês depois, na quarta-feira, 3 de junho.

Os agentes da CBP revistaram novamente o caminhão e encontraram 19 pessoas escondidas entre caixas de produtos, de acordo com a denúncia criminal. Os agentes determinaram que essas pessoas não estavam legalmente presentes nos EUA e as detiveram.

“Enquanto Alaniz estava sendo retirado de sua cela no posto de controle para reivindicar a propriedade do veículo, Alaniz declarou aos BPAs (agentes) que eles o deixariam sair de qualquer maneira e que ele sairia amanhã”, de acordo com a denúncia criminal, que se refere agentes da Patrulha de Fronteira como ABP. “Alaniz também afirmou que os BPAs o deixaram ir da última vez e, se não o deixaram dessa vez, seria apenas umas férias financiadas pelos contribuintes com três refeições por dia”.

Alaniz é acusado de transportar ilegalmente estrangeiros nos EUA, violando a lei. Os registros do tribunal não listam um advogado para o réu, que permaneceu sob custódia federal no domingo (7).

 

Related posts

Send this to a friend