Brasileiro pode ser deportado por atropelamento fatal em San Francisco

%name Brasileiro pode ser deportado por atropelamento fatal em San Francisco
Valeriano Júnior (esq.), a esposa Thaís e o filho de 4 anos de idade, Isaac (Foto: GoFundMe.com)

Valeriano Júnior atropelou um pedestre no sábado (2), em San Francisco (CA), que faleceu depois de uma semana internado

No sábado (2), Valeriano Júnior, morador na região de San Rafael (CA), conhecido popularmente como “Potão”, atropelou fatalmente um pedestre quando trafegava em San Francisco (CA). Entretanto, após 1 semana hospitalizado, o pedestre veio a falecer, tornando o trágico incidente num caso criminal. Agora, o brasileiro corre o sério risco de ser preso, julgado e posteriormente deportado. O brasileiro é casado com Thaís e possui um filho de 4 anos de idade, Isaac, que dependem financeiramente dele.

. Campanha beneficente:

Em decorrência disso, foi iniciada no website GoFundMe.com, organizada por Isabella Blunck Ribeiro, a campanha beneficente: https://www.gofundme.com/f/ajuda-ao-valeriano-junior-potao, cujo objetivo é angariar US$ 10 mil que serão utilizados na contratação de um advogado criminalista que o defenda no tribunal. Até a tarde de terça-feira (26), haviam sido arrecadados US$ 2.005.

“Valeriano Júnior (Potão) se envolveu em um acidente de carro em San Francisco (CA), no dia 2 de novembro de 2019. Atropelando um pedestre que veio a óbito depois de uma semana hospitalizado. No primeiro momento, seu caso foi enquadrado apenas como um acidente de trânsito, já que por sua vez ele  NÃO estava correndo, NÃO estava alcoolizado. Ele prestou toda assistência necessária e permaneceu no local passando todas as informações aos policiais, porém, infelizmente, depois de uma semana a pessoa veio a óbito e seu caso, a partir daí, passou a ser criminal. Agora, ele está precisando de ajuda financeira para os custos Judiciais, já que corre o risco de ser preso e deportado. O
Potão é e sempre foi uma pessoa que ajuda e ajudou a muitos na nossa comunidade.  Hoje, ele precisa de nosso suporte. Ele tem uma esposa (Thais) e um filho de 4anos (Isaac) que dependem dele”, diz a postagem no GoFundMe.com.

Vários doadores e amigos postaram mensagens de apoio e carinho ao brasileiro:

“Potão, meu amigo, Como mencionado no próprio post, você é uma pessoa que por inúmeras vezes eu vi trabalhando no intuito de ajudar alguém. Foram várias feijoadas que presenciei você com a barriga em um fogão cozinhando para que alguém pudesse receber os frutos de um almoço beneficente, cafés da manhã ou iniciativas pra ajudar pessoas que, às vezes, nós sequer conhecemos. São muitos os que foram ajudados por você, inclusive eu. ‘Sozinhos não somos muito; mas juntos somos mais fortes!” Postou Francys Andrade.

“Porque ele prestou toda a assistência, foi humano”, postou Rauria Goode.

“Que Deus lhe proteja brother”, postou Wellington M.

“Boa sorte; Deus no comando”, postou Kelson Viana.

 

Related posts

Send this to a friend