Brasileiro pede ajuda para resgatar a filha das ruas de New York

simone Brasileiro pede ajuda para resgatar a filha das ruas de New YorkSegundo o pai, Simone Brasil sofre de distúrbios psicológicos e alimentares e recusa qualquer tipo de tratamento

O caminhoneiro brasileiro Antonio Brasil, que vive em Pompano Beach (FL), está pedindo a ajuda da comunidade para resgatar a filha Simone Brasil, de 45 anos, que vive nas ruas de New York. Segundo ele, Simone sofre de anorexia nervosa e paranoia. O pai quer conseguir internar a filha para que ela possa receber os cuidados necessários para uma melhor qualidade de vida.
O calvário do brasileiro começou quando Simone era ainda muito jovem. Ela era modelo em Porto Alegre (RS), saiu de casa muito cedo para ganhar as passarelas do mundo e, a partir daí, começaram os problemas.
Segundo Antonio, em entrevista ao AcheiUSA, a filha tem distúrbios psicológicos e alimentares, ela sofre de anorexia nervosa e tem mania de perseguição, segundo o pai. Ele afirma que ela não tem esquizofrenia e nem problemas com drogas, pelo contrário, ela sempre levou uma vida mais natural.
“Muitas pessoas pensam que ela tem problemas com drogas por viver nas ruas, mas isso não é verdade. Nem remédio ela gosta de tomar. O grande problema é que ela não quer ser ajudada, ela desaparece, fica meses, anos sem dar qualquer notícia e, cada vez que ela aparece, ela se encontra em um estado pior de saúde. Eu realmente não sei como ela ainda está viva”, disse o pai.
O caminhoneiro se mudou para os Estados Unidos em 1987, quando se divorciou da mãe de Simone com quem tem quatro filhos. Em 2002, Simone veio morar com o pai na Flórida, mas decidiu se mudar para a Califórnia onde se estabeleceu.
Em 2010, um grave acidente de motocicleta fez com que o quadro psicológico de Simone se agravasse. “O acidente foi muito grave, ela passou por sete cirurgias e teve os ossos do pé completamente destruídos. A partir daí, ela vive como nômade, muda de nome, desaparece da família e quando a localizamos, ela recusa ajuda. As cinco vezes que eu a internei no Brasil foi à força e sedada. Ela se esconde de nós, de mim e da mãe dela, e nesta última vez ficou dois anos desaparecida. Há poucos dias, através do consulado de NY, ficamos sabendo que ela está nas ruas de Manhattan, vivendo nas ruas e no frio e com um pé machucado”, disse o pai.
Simone é mãe de uma jovem de 25 anos, que mora no Brasil, mas a brasileira não procura mais a filha. “Fico triste pela minha neta porque ela não a procura mais. Eu e minha ex-mulher vivemos para tentar um tratamento para ela e por isso peço a ajuda da comunidade”.
Antonio quer contratar um advogado para conseguir internar a filha, mas o custo é alto. Ele criou uma página no GoFundMe para angariar fundos. Ele ressalta que, quem não puder ajudar com dinheiro, que ajude com informações sobre entidades ou advogados em New York que possam de alguma maneira auxiliar a família.
O email de contato do Antonio é [email protected].

As informações são do AcheiUsa.

Related posts

Send this to a friend