Brasileiro contrai bactéria em braço e pede ajuda em NH

%name Brasileiro contrai bactéria em braço e pede ajuda em NH
Cosme Neles relatou que feriu o cotovelo esquerdo e passou uma pomada, mas depois coçou com a unha e o ferimento se agravou (Foto: GoFundMe.com)

O colunista Cosme Neles ficou 10 dias internado após contrair uma bactéria no cotovelo esquerdo

Há pouco mais de 1 mês, o colunista do jornal Brazilian Times e ativista comunitário, Cosme Neles, morador em Nashua (NH), ficou 10 dias internado após contrair uma bactéria no cotovelo esquerdo. Ele explicou que feriu a região e passou uma pomada, mas depois coçou com a unha e o ferimento se agravou. Além de febre, ele começou a sentir dores e viu o braço infeccionar muito. As informações são do BT.

“Eu fui ao médico e ele receitou-me antibióticos. Voltei para casa, mas nada adiantou. As dores continuaram e senti que estava prestes a perder o braço”, relatou Cosme.

Ele retornou ao médico e desta vez foi feito uma chapa de raios X, mas novamente o médico disse que estava tudo normal e que se tratava de uma infecção de pele.

“Novamente, me mandaram de volta para casa, mas depois fiquei sabendo de um caso semelhante e que se tratava de algo muito mais perigoso”, disse ele, ressaltando que exigiu ser atendido por um infectologista.

Depois disso, Cosme foi internado, no domingo (2), quando ficou por cerca de 10 dias. Neste period, ele passou por uma cirurgia onde seu braço foi aberto e ele tomou soro venal.

“Graças a Deus ocorreu uma cicatrização boa e cobriu todo o corte. Mas, tenho que usar uma bomba que injeta antibióticos no meu antebraço diariamente”, explicou.

Desde que recebeu alta, Cosme recebe, semanalmente, uma caixa de isopor com a medicação e isso tem custo alto, pois o seguro do ativista não cobre tudo. Além disso, ele tem que ir a exames em clínicas e fazer acompanhamento com o seu endocrinologista, devido ao fato de ter diabetes.

“Para receber a medicação, minha glicose precisa estar sob controle”, acrescentou.

Cosme relatou que, conforme os médicos, a bactéria foi contraída devido a ele estar com a imunidade baixa. Ele tem sido acompanhado por vários médicos e terapeutas do Eliot Hospital, em Manchester (NH). O problema é que, devido ao fato de ser diabético, esses problemas geraram outros na vida dele, pois ele perdeu 90% da visão e tem baixa imunização. Por isso, não tem condições de trabalhar e até dirigir.

. Campanha beneficente:

Enquanto ele ainda se recupera, as contas dos hospitais começaram a chegar, portanto, Cosme iniciou no GoFundMe.com a campanha beneficente: https://bit.ly/2Svf8bg, cujo objetivo é arrecadar US$ 7 mil. Até a tarde de terça-feira (18), foram angariados US$ 330.

“Cosme ficou internado no Eliot Hospital em Manchester por 10 dias, após ser submetido a uma cirurgia no braço esquerdo infeccionado por bactérias, uma vez que, ele tem imunidade baixa devido ao fato de ser diabético. Cosme há 5 anos perdeu 85% de sua visão, o que o vêm  impedindo de trabalhar normalmente. Ele toma 4 injeções de insulina por dia, além dos medicamentos pós cirurgia que o seguro não cobre. Ele comparece às visitas médicas periodicamente, por isso, pede a colaboração dos amigos”, diz a postagem no GoFundMe.com.

Para mais informações sobre o estado de saúde de Cosme Neles ou saber como ajudar pessoalmente, ligue para o telefone: (603) 566-9977.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend