Brasil apresenta tilápia nacional em seminário na Flórida

%name Brasil apresenta tilápia nacional em seminário na Flórida
Secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior, fez apresentações durante o almoço do Seminário Empresarial Brasil-Estados Unidos na Flórida

Evento reuniu cerca de 300 lideranças empresariais e formadores de opinião nos EUA e no Brasil

Durante o Seminário Empresarial Brasil-Estados Unidos na Flórida, realizado na segunda-feira (9), o secretário da Aquicultura e Pesca, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Jorge Seif Junior, apresentou ao público a tilápia brasileira. Enquanto o público experimentava o pescado durante o almoço, Seif falou sobre o consumo desse alimento no Brasil e no mundo e da possibilidade de aumento da produção brasileira.

O Brasil produz, atualmente, cerca de 300 mil toneladas na pesca continental, 500 mil toneladas na pesca marinha e 580 mil toneladas em produção aquícola, situando-se na quarta posição mundial de países produtores, com especies que só existem no País.

Segundo o secretário, a capacidade de produção do Brasil é muito maior que a demanda, então, várias ações para impulsionar o setor estão sendo implementadas, como investimento em pesquisa e desenvolvimento, estímulo à inovação tecnológica, aperfeiçoamento da legislação do setor para proporcionar segurança jurídica aos produtores, além de atuar na certificação de qualidade e a sustentabilidade ambiental das empresas e fortalecendo o turismo sustentável e a gastronomia.

“Peixe é o alimento do futuro”, declarou o secretário, acrescentando que o consumo de peixe no Brasil aumentou muito, e o alimento ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares e contribuem para o controle do colesterol.

. Brasil nos Estados Unidos:

O seminário, promovido pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), reuniu cerca de 300 lideranças empresariais e formadores de opinião nos EUA e no Brasil. Durante a abertura, o Presidente Jair Bolsonaro abordou a importância da aproximação cada vez maior entre os dois países, ao lado do ministro das relações Exteriores, Ernesto Araújo, do presidente da Apex, Sergio Segovia, do prefeito de Miami, Francis Suarez, do prefeito de Miami-Dade, Carlos Gimenez, e do Senador da República dos EUA Rick Scott.

Entre os dias 7 e 10 de março, durante a quarta visita do presidente aos EUA – resultado de um convite do senador pela Flórida e ex-governador do estado, Rick Scott -, Bolsonaro conheceu uma unidade do Departamento de Defesa americano e ainda vai à fábrica da Embraer na Flórida, estado que abriga expressiva comunidade brasileira e com o qual o Brasil já possui fortes vínculos econômicos e comerciais.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend