Ator mexicano mata motorista com um soco em briga na estrada

Foto14 Pablo Lyle e Juan Ricardo Hernandez Ator mexicano mata motorista com um soco em briga na estrada
Pablo Lyle (esq.) alegou que “temia pela segurança da família dele”, incluindo o filho de 6 anos, por isso, golpeou Juan Ricardo Hernández (dir.)

Pablo Lyle esmurrou Juan Ricardo Hernández durante uma discussão no trânsito em Miami (FL)

Um motorista morreu 4 dias depois de ter levado um soco de um ator de telenovelas mexicano. Pablo Daniel Lyle, estrela em “Minha Adorável Maldição”, admitiu ter esmurrado Juan Ricardo Hernández, de 63 anos, durante uma briga de trânsito em Miami (FL), no domingo (31), segundo o boletim de ocorrências policiais.

O ator de 32 anos, incluído na lista dos 50 mais bonitos “Pessoas em Espanhol” de 2015 fugiu do local da briga, mas foi detido posteriormente no Aeroporto Internacional de Miami. Lyle foi interrogado por detetives especializados em homicídios e acusado de agressão. Ele foi liberado e retornou ao México, após ter pagado a fiança de US$ 5 mil.

Juan Ricardo, natural de Cuba, morreu na quinta-feira (4), ou seja, 4 dias depois de ser esmurrado, depois que a família desligou os aparelhos que o mantinham vivo. Os parentes detalharam que ele sofreu uma lesão no cérebro que provocou hemorragia, deixando-o inconsciente.

Ainda não foi determinado ser o ator enfrentará novas acusações, informou o porta-voz do Departamento de Polícia de Miami. Lyle relatou à polícia que deu um soco em Hernández porque “temia pela segurança da família dele”, incluindo o filho de 6 anos. O boletim de ocorrência registra que Juan Ricardo estava “realmente agressivo”  e “socando” o vidro do carro do ator que reagiu pois “pensava que a vítima iria ataca-lo primeiro”.

Pablo disse às autoridades que somente saiu do local porque “viu um homem correndo na direção dele” e queria que a família embarcasse com segurança ao México antes de conversar com a polícia.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend