Americano foragido é encontrado morto em cela de Pouso Alegre-MG

Foto11 Sean Karl Grebinger 1 Americano foragido é encontrado morto em cela de Pouso Alegre MG
Sean Karl Grebinger, de 48 anos, deixou vários bilhetes de despedida na cela onde foi encontrado morto em Minas Gerais
Foto11 Crystal Dupuis Grebinger 1 Americano foragido é encontrado morto em cela de Pouso Alegre MG
Crystal Dupuis Grebinger, de 32 anos, ex-esposa de Sean, está desaparecida desde 2013, na Louisiana (Foto: Facebook)

Sean Karl Grebinger estava na lista da Interpol pelo sumiço da ex-esposa, Crystal Dupuis Grebinger, em 2013

Na noite de quinta-feira (20), um norte-americano acusado de ter matado a própria esposa e escondido o corpo dela em Lafayette (La) foi encontrado morto no interior de uma cela numa penitenciária em Pouso Alegre (MG). Sean Karl Grebinger, de 48 anos, era procurado pela Interpol e estava detido enquanto aguardava a extradição para os EUA para responder pelo desaparecimento de Crystal Dupuis Grebinger, de 32 anos, em fevereiro de 2013. As autoridades brasileiras acreditam que o suspeito tenha cometido suicídio por enforcamento utilizando uma “Teresa”, ou seja, corda feita de lençóis.

No início da semana, Grebinger havia sido detido por agentes da Polícia Federal (PF) em Minas Gerais para responder perguntas relacionadas ao sumiço de Crystal. Duas semanas depois do desaparecimento da ex-esposa, ele embarcou num avião com destino à São Paulo. No Brasil, ele casou-se com uma brasileira, adquirindo a residência legal no país, e relatou falsamente às autoridades locais de que ele havia sido membro da força contraterrorismo dos EUA.

Os agentes encontraram diversos bilhetes de despedida na cela.

“Ele deixou cartas de despedida para parentes e amigos”, detalhou o detetive Renato Gavião à mídia local. “Ele deixou um bilhete para a mãe dele, falou muito sobre os filhos dele e pediu ao amigo dele para cuidar das crianças”.

A polícia evitou comentar o caso, em virtude das investigações ainda em andamento. A prisão e morte de Grebinger parece ter encerrado um mistério que há muito tempo tem intrigado a região sul da Louisiana: O que aconteceu com Crystal Dupuis Grebinger? Ela foi vista a última vez aos 32 anos , trajando um conjunto de ginástica na cor cinza quando saía de um abrigo para mulheres que sofreram violência doméstica; o final de uma relação supostamente longa e abusiva com o marido dela, Sean Karl Grebinger.

Os documentos apresentados no sistema judiciário na Louisiana relata a história ao longo dos anos que eles viveram juntos. Iniciando na lua de mel deles, Sean teria agredido a esposa, que tinha 16 anos na ocasião. Ela também alegou que ele a agrediu sexualmente, a agrediu em frente aos amigos quando ela estava grávida e a apunhalou no nariz com uma faca.

“Eu estou desesperadamente com medo pela minha vida e os meus 4 bebês”, teria relatado Crystal num pedido de proteção judicial em 2012. Em meados de janeiro de 2013, ela pediu o divórcio; desaparecendo menos de um mês depois. O incidente pareceu imediatamente suspeito para familiares e amigos.

“A Crystal teria voltado para os bebês dela”, relatou a amiga Heather Huval ao canal de TV local KATC, em 2019. “Ela é uma guerreira, portanto, teria lutado para voltar para casa e é por isso que eu sei que algo estava errado. Ela estaria em casa. Ela amava tanto os filhos dela”.

Os parentes de Crystal, entretanto, ainda mantém a esperança de que ela retornará.

“O meu maior desejo é que nós a encontremos e a trazemos para casa o mais rápido possível”, disse o pai dela, Randy Dupuis. “Este é o nosso foco principal, simplesmente encontra-la e trazê-la para casa”.

Enquanto isso, Sean, incluído na lista de procurados da Interpol, constituiu vida nova no Brasil, saindo da cidade litorânea de Santos (SP) e mudado para o interior de Minas Gerais. Ele morava numa pequena casa bege com 2 filhos dele.

“Ele era muito discreto”, comentou um vizinho. “Nós somente sabíamos que ele era americano. Entretanto, sobre a vida dele, onde trabalhou, o que ele fez, nós nunca ouvimos nada sobre isso”.

Grebinger chamou a atenção das autoridades brasileiras quando ele foi acusado de violência doméstica contra a esposa brasileira dele, em janeiro, e preso. Em poucas semanas ele foi detido novamente, mas dessa vez em consequência do desaparecimento de Crystal Brebinger nos EUA. Os dois filhos dele que viviam com ele no Brasil retornaram aos EUA.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend